sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Um breve lamentar.

Perder um amor é acreditar no desencanto
No abismo, no precipício, no vazio.
Sem saber se era ou não pra vida inteira
Mesmo sendo, aos poucos a gente vai aceitando
Que há mais espaço que sentimento
E que o amor por si, não basta.

Aprisionar um amor é mentir sozinho
Pro mundo, pra sua família, pra sua amiga.
Desenterrando a maldade mais escondida.
Antes do porvir, do desenlace final
São desnecessárias  tuas palavras
E a ameaça enfraquecida, se esvai.

Há quem continue a insistir
Há quem continue a chorar
De mim não verás nenhuma reação.
Não sentirás minha atenção
Somente uma apatia ligeira

Um breve lamentar .